Malva Negra

Malva Negra

Malva Negra

nome popular – malva negra,
alteia-negra, malva-Isabela, rosa-de-Jericó-negra, malvarisco-negro, quiabo-de-jardim,
malva-da -Índia-negra, malvarisco, quiabo-do-jardim
nome científico – alcea rosea var “nigra”
origem – Ásia
+++++++++
—DISPONIVEL—
também na côr vermelha
+++++++++

 

 

A malva da Índia (Alcea rosea) é uma espécie amplamente distribuída por todo mundo e naturalizada em muitos lugares, cresce naturalmente no mediterrâneo e na China.
A variedade ‘nigra’ é uma rara selecção desta espécie que possui uma ampla gama de cores, porém a cor negra nunca surgiu no habitat natural, sendo necessários muitos trabalhos de cruzamento para tal. As flores são quase pretas, como nunca visto em outra flor.

É uma planta bi-anual, floresce na primavera e verão em 2 ou 3 meses após o plantio das sementes. Depois de 2 anos a planta perde seu vigor, no entanto já terá produzido sementes suficientes para dar origem a novos exemplares. Em áreas de solo fértil e clima ameno é comum a planta se naturalizar.

fonte
texto: http://pt.wikipedia.org/wiki/Malva

Malva L. é um género botânico, bem como o nome vulgar de diversas espécies de plantas herbáceas da família Malvaceae. O género distribui-se geograficamente pelas regiões tropicais, subtropicais e temperadas de África, Ásia e Europa. As suas folhas são alternadas, lobadas e palmadas. As flores medem de meio a 5 cm, com cinco pétalas rosa ou brancas.

Algumas espécies são utilizadas como plantas ornamentais em jardins, enquanto outras são invasivas, como na América, continente onde foram introduzidas.

Algumas são comestíveis como verdura. A M. verticillata é produzida, em escala limitada, na China.

Os comentários estão fechados.