asparagus albus

nome popular—estrepes
espécie—asparagus albus
origem— Mediterrâneo Ocidental e Norte de África
 
—ver distribuição em Portugal em:
www.flora-on.pt
 
 —TEMPORARIAMENTE
INDISPONIVEL—
 
 —em lotes de 11, 22, 44, 88, 176 e 352 sementes—
— cotação para lote 11 sementes  —€—
—restantes lotes serão cotados proporcionalmente ao número de sementes sofrendo descontos de 10, 20, 30, 40 e
50%, respectivamente
 
 —produto código interno —##1#100—##1#100—
 —sob orçamento, fornecem-se em potes de 6 litros, com +2 anos ou em potes de 30 litros com +3 anos e aptos a produzir—
 
OBS—Em número unidades inferiores ao lote mínimo a cotação é  agravada em 25%
 
fonte
foto:
texto: www.ecologicstation.com e www.wikipedia.org
 
É um sólido e denso, arbusto que atinge 50 cm. a 1 metro, com o caule e ramos muito espinhoso, angular, flexível, suave; cladódios . 12-20 mm de comprimento, com ângulos lineares 3-4, lisas, levemente carnudo, caídas, 8-12 folhetos preenchidos por forte coluna branca. As flores brancas, perfumadas hermafroditas , anteras roxas.

É nativo do Mediterrâneo ocidental da Sardenha , Sicília , Itália , Espanha incluindo  Portugal , onde ocorre em terrenos incultos, secos e ensolarados, sobretudo no Algarve e no interior do Alentejo e das Beiras, e no Norte de África . Na Espanha, ocorre em Barcelona , Baleares , Las Palmas , Castellon , Santa Cruz de Tenerife . Floresce no verão.

Pequeno arbusto da família Asparagaceae, dotado de espinhos bem fortes e acerados, é conhecido entre nós pela designação de EstrepesEste pequeno arbusto, de aspecto macio e plumoso, logo nos faz mudar de opinião ao toque. Escondidos debaixo dos seus filocládios compridos e macios, encontram-se fortes espinhos.

Caule ramificado, lenhoso, com ramos zigazeantes, lisos ou ligeiramente estriados, cobertos por espinhos (cladódios) – folhas transformadas como forma de adaptação a situações de sacas prolongadas, uniformes em tamanho, finos, quase sempre agrupados em fascículos de 5-20 espinhos. Em biologia, chama-se espécie dioica (do grego oikos, que significa casa) àquela em que os sexos se encontram separados em indivíduos diferentes, como na maior parte dos vertebrados. Estes indivíduos dizem-se unissexuados. Esta espécie é dioica. Nós com 2-15 flores pequenas e de cor branca. Os frutos são bagas de estrutura esférica, pequenas e duras, inicialmente vermelhas e que depois se tornam negras, na maturação, com 1-2 sementes.

As inflorescências são capítulos erecto-patentes ou inclinados, de forma ovóide, reunidos em cachos plurilaterais, dispostos em panícula ampla. Os frutos são cipselas obovóides, lisas e ligeira e quase imperceptivelmente estriadas.

Das três espécies do género Asparagus, nativas em Portugal, esta é a que prefere sítios mais quentes e ensolarados e normalmente rochosos.
Tem os caules lenhosos esbranquiçados.

Como curiosidade aqui deixamos alguns dados técnicos

Tronco arborizado. Caule e ramos sinuosos e suaves a muito ligeiramente estriado, branco. Spur 5-12 (-16) mm. Cladódios 5-25 x 0,5-1,5 mm, em fascículos de 10-20. Pedicelos 3-5 (-7) mm, articular abaixo da média. Nós com (2 -) 6-15 (-20) flores. Perianth-segmentos 2-3 mm. Berry mm 4-7, preto, com 1-2 sementes.

we’re developing efforts to proceed, in the shortest amount of time to presentation this website also in English and French. It is a time consuming job, whose articles are being presented, gradually.
We regret this inconvenience
 
Nous développons des efforts de procéder, dans le plus court laps de temps à la présentation de ce Website aussi en Anglais et en Français. C’est un travail fastidieux, dont les articles sont présentés progressivement. Nous regrettons cet inconvénient

Os comentários estão fechados.