fisalis peruano

 

 

nome popular-fisális peruano
nome científico-physalis peruviana
origem-
 
—DISPONÍVEL—
 
fonte
foto1: http://isorayas.files.wordpress.com/2007/09/aguayjpg.jpg
foto2:http://www.tradewindsfruit.com
texto:

 

Physalis peruviana, conhecido em Inglês como a baga de ouro (África do Sul), physalis, baga Inca, capa groselha, cereja-gigante, groundcherry peruana, cereja do Peru (EUA), poha (Hawaii), ras bhari (Índia), aguaymanto (Peru) , uvilla (Equador), uchuva (Colômbia) e physalis. [1] É indígenas da América do Sul , mas foi cultivado na África do Sul, na região do Cabo da Boa Esperança , durante o século 19, dando-se-lhe o nome comum, capa de groselha ” “.

Enquanto membro da família de plantas de Solanaceae , está relacionado com um grande número de plantas comestíveis, incluindo tomate , berinjela e batata , e outros membros das solanáceas . Ela está intimamente relacionada com a tomatillo mas não o de cereja , Ribes de groselha , groselha indiana ou groselha chinesa , tal como o nome pode por vezes pode induzir.

. O fruto é uma pequena e redonda baga do tamanho de um pequeno mármore com numerosas e pequenas sementes amarelas. É amarelo e doce quando maduro, tornando-a ideal para lanches , tortas ou doces . É popular em saladas de frutas, às vezes combinada com o abacate .

Sua característica mais notável é o singular envelope onde a baga se encontra armazenada. Por causa da sua aparência é usado na decoração de frutas, quantas vezes constituindo ornamentação em restaurantes como enfeite exótico em composições de bandejas de frutas em sobremesas . Se o fruto é deixado dentro da casca, a sua vida útil em temperatura ambiente é superior a 30-45 dias.

fonte
foto:
texto: http://pt.wikipedia.org/wiki/Physalis

Physalis L. é um gênero botânico, nome comum Fisales, pertencente à família Solanaceae. Physalis angulata, conhecida como Camapu, é uma planta herbácea de hábitos perenes e reproduzida por sementes. O gênero Physalis destaca-se, na família Solanaceae, por apresentar cálice frutífero acrescente, vesiculoso e intumescido, envolvendo completamente o fruto. A origem do nome Physalis deve-se às características supra citadas, pois em grego, Physalis significa bexiga. Originária da Amazônia e dos Andes, a Physalis possui variedades cultivadas na América, Europa e Ásia. Na Colômbia, é conhecida como Uchuva, no Japão como Hosuki e nos Açores como tomate capucho. Pode chegar aos dois metros de altura.

A Colômbia é o principal produtor mundial e abastece todo o mercado europeu, principalmente a Alemanha e Países Baixos. Ocorre em quase todo o Brasil, mas sua produção ainda é incipiente.

A Physalis é nativa das regiões temperadas, quentes e subtropicais de todo o mundo. O género é caracterizado por um fruto alaranjado e pequeno, semelhante em tamanho, forma e estrutura a um tomate, mas envolto parcial ou completamente por uma casca grande que deriva do verticilo.

Cada planta produz entre 2 a 4 kg de frutos. Por cada hectare pode-se plantar cerca de 6000 plantas. As plantas crescem bem na maior parte dos solos e também em vaso. Produz frutos após 3 ou 4 meses do plantio, considerada planta medicinal valiosa, uma muda cultivada no jardim pode produzir 2 kg durante o ciclo de 6 meses. A muda é de rápida produção.

 

 

 

 

 

Os comentários estão fechados.